Cuidar Mais

Revista virtual da ACG Home Care. Aqui você terá dicas de como manter sua vida com mais qualidade, saúde e bem estar!

Atividades, hidratação e nutrição aliadas podem melhorar qualidade de vida

Deixe um comentário

Prazer e hidratação durante a atividade física podem fazer diferença na qualidade de vida, além de motivar a criação de hábitos, alerta o fisiologista do esporte Rubens D’Elia.

atleta_comendo“A atividade física é muito importante. É o fio condutor para a aceleração do processo de redução de peso, além de contribuir para a conquista de um corpo mais saudável e uma mente mais relaxada. As pessoas precisam fazer uma reprogramação cerebral para criar o hábito”, explica.

Outra dica do fisiologista para alcançar o equilíbrio é associar atividades, hidratação e nutrição, para que o organismo funcione corretamente.

D’Elia compara o corpo humano a uma rede fluvial, em que a hidratação é vital para auxiliar no transporte de nutrientes, composição das estruturas celulares e controle térmico.

“Somos um aquário de tanta água que temos no corpo: 75% só nos músculos. Nosso corpo é fluvial e por isso a hidratação é muito importante”.

Segundo ele, a hidratação é necessária para equilibrar a perda de líquidos que acontece durante o dia, que pode ser de 2,5 litros ou 3,5 litros em temperaturas elevadas.

“O indicado é consumir de 400 ml a 600 ml de líquidos a cada duas horas, especialmente, se a pessoa estiver praticando atividade física”, diz.

Para ajudar na hidratação, D’Elia sugere consumir bebidas com açúcar, porque “aceleram o metabolismo e o processo de hidratação”.

O fisiologista também receita: “o consumo ideal de líquido por dia é 2,5 litros. É preciso ser produtivo, fazer atividade física e ter um tempo de relaxamento associado a uma alimentação equilibrada”.

D’Elia ressalta que a falta de reposição de líquido pode prejudicar o funcionamento do organismo. A perda de apenas 10% da água do corpo pode causar tonturas, diminuição do volume sanguíneo, dificuldades de concentração e espasmas musculares.

Além da perda de água, o fisiologista do esporte explica que há perda de sal e potássio e, dependendo da intensidade do exercício, é preciso combinar a ingestão de água com isotônico para auxiliar a recuperação de sais minerais.

De acordo com D’Elia, associar prazer à prática de exercícios pode ser a estratégia certa para começar a gostar de atividades físicas.

“Para que a pessoa tenha uma relação prazerosa com a atividade é preciso relacioná-la com hábitos de sua história. Em 21 dias de prática, começa a se ter prazer. Não é indicado entrar em uma atividade a esmo. É preciso que a pessoa deguste, faça experiências e encontre algo que se relacione com seu perfil e temperamento”, comentou.

O fisiologista entende que conversar com um profissional e contar um pouco da sua história é fundamental neste processo de associação entre prazer, atividade física e hábito.

“Os parques estão lotados e hoje há muitos recursos, aparelhos naturais, que motivam as pessoas a se dedicarem à prática esportiva. Especialistas das áreas de saúde, médicos, nutricionistas e fisioterapeutas a cada dia recomendam mais as atividades físicas. No entanto, a internet também dissemina muita informação equivocada, por isso é importante consultar um especialista”, destaca D’Elia.

Fonte: Terra

Anúncios

Autor: cuidarmais

Esta é a revista virtual da ACG Home Care. Aqui você terá dicas de como manter sua vida com mais qualidade, saúde e bem estar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s